5.5.08

Débora Nascimento

Foto do ensaio para a revista UM de abril

Débora Nascimento tem uma beleza negra sutil que favorece a idealização de um tipo mestiço e de uma identidade racial ambígua compondo um dos estereótipos preferidos das telenovelas e do cinema.
Na telenovela Duas Caras da TV Globo ela é Andréia Bijou, porta-bandeira da escola de samba, herdeira do posto da Babalorixá e empregada doméstica que se apresenta com trancinhas afro.
A personagem possui um conflito de identidade entre tornar-se uma Babalorixá ou uma porta-bandeira da escola de samba e assim tornar-se uma profissional do samba. Se fazendo reconhecer como uma "mulata" poderá exibir seu corpo como produto cultural legítimo e reconhecido de uma identidade negra pronta para consumo.
No filme Incrível Hulk rodado no Brasil e no Canadá, Débora Nascimento fez uma participação aprisionada no estereótipo de favelada e vai precisar esbanjar muito talento para vencer a barreira da cor e dos papéis insignificantes reservados pela cultura da mídia para os afro-descendentes.

Nenhum comentário: