10.11.08

Miriam Makeba (1932-2008)


Miriam Makeba esteve no Brasil em 1968 e apresentou-se na TV Record, veja o vídeo.



ROMA - A cantora sul-africana Miriam Makeba morreu nesta segunda-feira aos 76 anos na localidade de Castel Volturno no sul da Itália devido a uma parada cardíaca que ocorreu após um concerto contra o racismo e máfia em que participava a conhecida como a voz da África.

Makeba, que cantou durante mais de meia hora no concerto organizado pelo escritor italiano Roberto Saviano, ameaçado de morte pela Camorra, se sentiu mal ao fim do espetáculo e teve que ser levada para a clínica Pineta Grande, onde sofreu nesta madrugada uma crise cardíaca.

Ícone da luta contra o apartheid em seu país, Makeba, marginalizada durante mais de três décadas pelo regime racista sul-africano, sempre esteve comprometida com a luta pelos direitos civis e contra o racismo.

A cantora, conhecida também como a mãe da África, soube levar como ninguém ao palco as tradições e os trajes típicos de sua terra.

Nascida em Johannesburgo em 4 de marzo de 1932, ela passou a infância em Petroria. Makeba começou a cantar na década de cinqüenta com o grupo Manhattan Brothers, depois fundou sua própria banda, The Skylarks, que misturava jazz com música tradicional sul-africana.

Depois de ver que não poderia desenvolver em seu país a carreira musical que ela queria por seu ativismo comprometido, a cantora viajou para Veneza para então conseguir chegar a Londres, onde conheceu Harry Belafonte, que a ajudou a entrar nos Estados Unidos.

Mas a vigilância do FBI (a polícia federal americana) obrigou Miram e seu marido a transferir sua residência para Guinea Conakry, onde morou até seu regresso à África do Sul em 10 de junho de 1990 após a libertação de Nelson Mandela, que tempos depois lhe ofereceu a participar de seu governo.

No vídeo abaixo Makeba interpreta Chove Chuva de Ben Jor suingando...


Entre sua discografía se destacam "Pata Pata", "The many voices of Miriam Makeba" (1962), "Miriam Makeba live in Africa" (1967), "The word of Miriam Makeba" (1968), "Miriam Makeba and Harry Belafonte" (1972), "Sangoma" (1988), "Welela" (1989), "Skylarks" (1992) e "Sing me a song" (1994).

Publicado em O Globo Online 10/11/2008

Nenhum comentário: