20.11.09

"Viver a vida" o inferno astral de Helena

A Helena negra de "Viver a vida" está sob um intenso inferno astral que provoca na audiência comoção pela sua passividade além de agredir a auto estima da mulher negra.


Depois do Manifesto Porta na Cara sobre a discriminação na entrada de uma agência bancária feito pelo núcleo de audiovisual do Circo Voador temos o panfleto do Tapa na Cara do núcleo de novelas da TV Globo.
Cena de viver a vida: "[Tereza]Encarando Helena nos olhos, com olhos de fúria e revolta, ela começa lenta e decididamente a destilar o tonel de acusações que tem contra aquela que prometeu ser responsável por Luciana durante a viagem internacional. E converge seu discurso para atingir em cheio a ferida que Helena carrega exposta e transparente no rosto e na alma." www.viveravida.globo.com

Helena assumindo culpa pelo acidente de Luciana ajoelha aos pés de Tereza e é esbofeteada. O tapa na cara de Helena dado por Tereza, mãe da acidentada Luciana poderia ser mais um daqueles tapas desafiadores que substituem a facada frontal do guerreiro vingativo. Mas na cena de "Viver a vida" ele evoca muito mais associações que vão do óbvio ao delirante, desde a audiência aos autores e diretor da telenovela.

A Helena negra de "Viver a vida" apesar da observação da protagonista Tais Araujo na pré-estréia de que o autor Manoel Carlos não a teria escolhido para fazer um "papel de negra" (personagem negra interpretada por atriz negra) não é o que a percepção de parte da audiência, além da obviedade da personagem possuir uma família negra. 


As telenovelas mixam pura ficção com cenas que simulam a realidade e nesta "Viver a vida" temos ainda o artifício de depoimentos de histórias de vida (veja, no Portal da Superação ) que buscam provocar uma ilusão de vida real e também aumentar o envolvimento da audiência pelo efeito melodramático. Estas inserções ocorrem ao final de cada capítulo acentuado o seu efeito "dramático e realista" que nesta fase de "Viver a vida" está produzindo uma das telenovelas mais lacrimejantes já vista. 
O que se destaca nesta fase de "Viver a vida" é a atitude passiva, culpada, beirando ao masoquismo de Helena especialmente nesta cena em que é esbofeteada. Ou melhor oferecendo a cara ao tapa, ao castigo que julga merecer num prazer masoquista. 
A cena vem provocando mais indignação dado o fato de ser uma mulher negra o que evoca no inconsciente coletivo dos negros (ao menos) um passado histórico mal resolvido socialmente,quando não negado pelas elites e pela classe média brasileiras sobre os efeitos da escravidão na nossa cultura e na posição social dos negros.
Veja no vídeo a cena do tapa na cara de Helena em "Viver a vida":



Cena da telenovela "Viver a vida" onde Helena sentindo-se culpada se oferece a uma bofetada provocando indignação na audiência 

4 comentários:

mellissa disse...

A CENA É REPULSIVA.A "GRANDE" REDE GLOBO SÓ VEM MOSTRAR QUE É SIM RACISTA E DESRESPEITOSA.NÃO FORAM SÓ PESSOAS NEGRAS QUE FICARAM CHOCADAS.QUALQUER SER HUMANO COM UM PINGO DE CARÁTER SENTE VERGONHA E ASCO AO VER ALGO TÃO NOJENTO.
A GLOBO É RACISTA, E PELO JEITO MUITO HIPÓCRITA.

Anônimo disse...

Repugnante, não estamos questionando o tapa, isso é completamente normal em novelas.A questão aqui é o fato dela tomar o tapa na cara de joelhos, com roupas farroupilhas e na SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA!! Vc já viu alguma atriz branca apanhar de joelhos? Me poupe o exagero, só faltou o chicote e o cuspe na cara.
Lilia Cabral expressou muito bem todo o ódio que o autor tem pelos negros.
Lamentável!!!

Anônimo disse...

Simplesmente: RACISTA DESGRAÇADO!!

Zan - Rapaziada Negro é Lindo disse...

Parabéns pelo Blóg José !...

Nossa causa carece de LUTA...
Que é diferente de briga... LUTA é diária, é para sempre !

Não estamos brigando com a Globo, ou com a hipocrisia de muita gente...

Estamos LUTANDO por um DIREITO que é de TODOS.

D I G N I D A D E