18.2.10

Clube Tropicana 70 anos de um vaudeville cubano

Clube Tropicana em Havana símbolo da cultura cubana aos 70 anos


O Clube Tropicana foi fundado em Cuba em 1939 como uma casa de shows e cassino e ganhou fama internacional reunindo em seus salões gangsters da máfia, celebridades da música, do cinema e escritores.
O Tropicana atravessou com dificuldades o período da 2ª Guerra e nos pós-guerra passou a fazer parte dos negócios da máfia que operava no eixo Miami-Havana. Além de servir de fachada para os negócios da máfia, o Clube Tropicana tinha famosos shows que misturavam can can e vaudeville em cenários de jardins tropicais em meio a uma arrojada e internacionalmente premiada arquitetura. 
Seus shows de vedetes negras conhecidas como "Deusas de Carne", 
antecederam no estilo os shows para turistas estrangeiros antecessores do 
tipo "Mulatas que não estão no mapa", aqueles shows de samba do Oba-Oba, nossa pequena Tropicana.

O Clube Tropicana também resistiu à 
Revolução Cubana que a estatizou e 
até hoje controla suas atividades. O 
jogo cessou, as personalidades foram embora e o Tropicana ficou como um 
símbolo da cultura cubana.
Ao completar 70 anos de existência o Clube Tropicana se aproxima de ser 
também um palco para o fim da 
Revolução Cubana.

Nenhum comentário: