27.2.10

Filé com Sushi: Herbie Hancock e Lang Lang

Sábado é um daqueles dias em que se come filé e você pode pensar um monte de coisas que significam um filé.
Um prato principal pede uma boa música e como hoje é sábado, dia de sair da rotina, porque senão, ninguém aguenta...!

Aprecie uma mistura fantástica de música clássica e jazz e de músicos: um japonês - Lang Lang - e um afro-americano - Herbie Hancock. Duas gerações e vários mundos circulando entre os dois neste encontro em que interpretam Rhapsody in Blue:

"Rhapsody in Blue é uma composição de George Gershwin que combina elementos de música clássica e do jazz.
Em 1924, a convite do maestro Paul Whiteman, Gershiwn concebeu sua composição mais celebre. O artista hesitou muito devido a polêmica que seu estilo, misturando elementos de jazz e música erudita, já vinha causando desde seu primeiro sucesso, a canção Swanee interpretada por Al Jonson no musical Simbad. Mas apesar dos receios aceitou a tarefa. Daí nasceria a famosa Rhapsody in Blue. As discussões em torno da obra só seriam superadas pelas da ópera Porgy and Bess onde o autor aborda temas raciais de forma radical para a época.
Na primeira apresentação pública de Rhapsody in Blue estavam presentes como ouvintes nomes como Stravinsky, Rachmaninov e Leopold Stokowski." (Fonte: Wikipedia)
 

A seguir, aprecie Herbie Hancock em 1975 aos 35 anos em pleno equilíbrio com sua época acompanhado do seu conjunto Hedhunters salpícado com muitas sonoridades que proliferaram na música brasileira e internacional de Azimuth a Jamiroquai.

Nenhum comentário: