9.8.11

Calendário Johnson's Baby 2011 - Que país é esse?

O calendário brasileiro Bebê Johnson's 2011 parece representar as crianças de um outro país, de um país branco imaginário fantasiado na mente das pessoas e tornado um ideal alegórico inalcançável na vida real.
Votação pública escolhe os bebês "mais lindos" do Brasil, mas que país branco é esse?

O país dos Bebês Johnson's do Calendário 2011 representa a eficácia da política eugenista proposta lá atrás na década de 20 quando se pregava a extinção física dos negros mas que hoje se desenvolve impunemente nas formas simbólicas da mídia.

O mais curioso é que este resultado foi obtido através da votação pública via internet mediante um pré-apresentação num programa de tv. Assim se pode justificar como democrática a eleição do "bebê mais lindo" do mês. 

A eleição patrocinada pela Johnson's é mesmo contraditória, arrisco dizer que por ineficiência da agência de propaganda que organizou o concurso, já que na  página johnson's baby há um bebê negro ilustrando o banho com o sabonete Johnson's. Em outra página os bebês novamente já são novamente todos brancos. Oficialmente, a empresa pode alegar que pratica a diversidade, nesse caso, podemos dizer também que a responsabilidade é que é do povo telespectador que votou na sua fantasia de um país embranquecido.


 O bebê negro 'aparece' na hora do banho nesta publicidade da Johnson's e desaparece em outra página sobre bebês: o racismo opera subliminarmente oferecendo a imagem de limpeza apelidada de cuidados sobre o corpo negro.

Fontes: o lado negro da moda, portal da propaganda

5 comentários:

Padre Pedro Paulo disse...

Produzido nos EUA não me deixa tão incomodado, mas a recepção no Brasil, sim, faz pensar a falta de estranhamento sobre estas posturas publicitárias!

Padre Pedro Paulo disse...

A percepção da questão das políticas e estratégias étnicas no Brasil ainda é periférico, em vista das evidentes deficiências educacionais e culturais. No entanto, não menos urgente

Juçara. disse...

É triste ver que o negro brasileiro não consiga perceber o quanto é marginalizado e desrespeitado em seus direitos mas básicos...O pior a meu ver é essa aceitação passiva e submissa sobre essa forma de tratamento dispensada a nós negros.
Até quando serei obrigada a ver/enxergar o mundo sob a ótica da politica do embranquecimento que perdura no país?
Juçara,MUlher,pobre e NEGRA...

The girl disse...

É desse modo que eles mostram a diversidade existente no Brasil???? É a mídia brasileira mais uma vez mostrando o preconceito tão enraizado, que alguns temam em dizer que não existe, na nossa população.

celeide disse...

è lastimável que o povo brasileiro insista em ser um povo igual ao europeu. De que adianta frequentarmos os bancos da escola e sair de lá com o mesmo comportamento. Brasil vamos mostrar nossa cara. a cara do povo negro que ajudou a construir este país, que que participa continuamente de seu progresso.