6.2.13

poetamente #2


(foto: via trança nagô)

E pra que tranças, se tudo que eu vejo teu cabelo crespo me diz?

Nenhum comentário: